Seminário discute participação social no planejamento urbano - TV Pernambuco

Notícias

Seminário discute participação social no planejamento urbano

Tomando como mote os debates acerca da requalificação do Cais José Estelita, que graças à mobilização popular passa por um processo de reavaliação em seu projeto, o Seminário Urbanismo, mídia e mobilização popular: pensando o Recife a partir do #OcupeEstelita, visa discutir o planejamento urbano da capital pernambucana e a ocupação da cidade. O evento acontece na Fundação Joaquim Nabuco, no Derby, entre os dias 11 e 13 de agosto.

Entre os objetivos do seminário está o de destacar o papel das mídias e das mobilizações populares recentes nas discussões sobre a ocupação da cidade, que têm cada vez mais se inserido na pauta da agenda pública. Além das mesas, o evento conta ainda com uma mostra de vídeos sobre o movimento #OcupeEstelita, que conta com a coordenação de Pedro Sevreien.

Promovido pela Fundação Joaquim Nabuco, pelos Programas de Pós-graduação em Comunicação e de Sociologia da UFPE e pelo Departamento de Comunicação Social da Unicap, o seminário reúne professores, pesquisadores e representantes da sociedade civil.

Confira a programação:

1º. Dia – Segunda, 11 de agosto

Mostra audiovisual: 17h – 18h30 – Exibição de vídeos sobre #OcupeEstelita seguida de debate. Cinema da FUNDAJ. Coordenação: Pedro Severien (FUNDAJ), com apresentação de Ernesto de Carvalho.

Abertura: 19h. Representantes da FUNDAJ, UFPE, UNICAP.

Mesa1: Direito à cidade, diversidade de manifestações

Discussão sobre as manifestações e mobilizações que reivindicam participação popular nas decisões que envolvem o desenvolvimento das cidades. A emergência dos “direitos urbanos”. O direito à manifestação. Novas formas de atuação política. “Leitura” social de mobilizações populares como o #OcupeEstelita.

Expositores: Érico Andrade (UFPE: Filosofia), Liana Cirne (UFPE: Direito, Movimento Direitos Urbanos), Ivana Driele (Movimento #OcupeEstelita), Maria Eduarda da Mota Rocha (UFPE: Sociologia).

Mediadora: Edneida Cavalcanti (FUNDAJ)

2º. Dia – Terça, 12 de agosto

Mesa 2: A cidade que se pensa: planejamento urbano transparente e inclusivo

Discussão sobre o papel e processos do planejamento urbano no Recife. Participação e “escuta social” no planejamento urbano da cidade. O urbanisno na agenda pública: a repercussão de movimentos como Direitos Urbanos e mobilizações como o #OcupeEstelita.

Expositores: Lucas Alves (Movimento Direitos Urbanos), Tomás Lapa (UFPE: Desenvolvimento Urbano), Evelyne Labanca (Instituto Pelópidas Silveira), Amélia Reynaldo (UNICAP: Arquitetura e Urbanismo, Conselho de Arquitetura e Urbanismo-CAU)

Mediador: Cristiano Borba (FUNDAJ)

3º. Dia – Quarta, 13 de agosto

Mesa 3: Mídia, mobilização popular e liberdade de expressão

Discussão sobre o papel das mídias (dos meios massivos às redes sociais) nas manifestações e mobilizações populares que reivindicam participação no planejamento urbano do Recife. Midiatização e política. Agenda midiática e agenda pública.

Expositores: Marcelo Pedroso (Cineasta, Movimento #OcupeEstelita), Luís Carlos Pinto (UNICAP: Comunicação), Paula Reis (UFPE: Comunicação), Juliano Domingues (Comissão de Ética do SINJOPE, UNICAP:Comunicação).

Mediadora: Patrícia Bandeira de Melo (FUNDAJ)

Encerramento. Representantes da FUNDAJ, UFPE, UNICAP.