Prefeitura suspende licença de demolição de armazéns e assume a mediação das negociações sobre o Cais José Estelita - TV Pernambuco

Notícias

Prefeitura suspende licença de demolição de armazéns e assume a mediação das negociações sobre o Cais José Estelita

O prefeito do Recife, Geraldo Júlio, anunciou a suspensão da licença de demolição dos armazéns do Cais José Estelita, no bairro de São José. A decisão foi anunciada em reunião realizada na manhã de hoje com representantes do movimento #OcupeEstelita e representantes da sociedade civil. Também foram anunciadas duas novas reuniões, uma com as empresas responsáveis pelo projeto Novo Recife, agendada para a quinta-feira, 05, outra com os Ministérios Públicos Estadual e Federal, marcada para a sexta-feira, 06.

Segundo a socióloga e integrante do Direitos Urbanos, um dos grupos que participam do ocupação do espaço, Ana Paula Portella, “a reunião marca o início real das negociações em relação ao projeto, com a mediação do prefeito”. O grupo, que ocupa o terreno desde o dia 21 de maio, quando foi iniciado o processo de demolição dos galpões da área, pede a reabertura da discussão sobre do projeto, que prevê a construção de 12 torres de 40 andares, e informa que a ocupação continua por tempo indeterminado.

O Consórcio Novo Recife informou por meio de nota que “sempre esteve aberto ao diálogo e cumpriu, como cumprirá, os requisitos legais para a continuidade da obra”. Sobre a decisão da prefeitura, “o consórcio vai esperar a notificação oficial da medida”.

Confira na íntegra a nota enviada pelo Consórcio Novo Recife:

O Consórcio Novo Recife sempre esteve aberto ao diálogo e cumpriu, como cumprirá, os requisitos legais para a continuidade da obra. O Novo Recife ressalta que acredita na ordem jurídica vigente e no respeito ao seu cumprimento. No caso da decisão da suspensão do alvará de demolição, noticiada pela imprensa, o consórcio vai esperar a notificação oficial da medida. O Consórcio acredita que a obra é importante para a cidade e durante a construção do empreendimento vai gerar cerca de 24 mil empregos diretos e indiretos, além de dois mil fixos com o final da obra.