Pátio de São Pedro sedia 1º Festival de Choro João Pernambuco - TV Pernambuco

Notícias

Pátio de São Pedro sedia 1º Festival de Choro João Pernambuco

patio s pedro

Foto: Wagner Staden / Divulgação  

Festival acontece na quinta (19) e na sexta (20) com entrada franca ao público

 

Duas noites para se encantar com os grandes sucessos do choro nacional e pernambucano. Essa é a proposta do 1º Festival de Choro João Pernambuco que acontece nesta quinta (19) e sexta-feira (20), às 19h, no Pátio de São Pedro, no centro do Recife. A iniciativa é uma homenagem ao mestre do Choro pernambucano, o músico e compositor Chocho, e conta com o apoio da Prefeitura do Recife.

O festival vai levar para o cenário histórico do Pátio grandes nomes do chorinho aqui do Estado. Chocho, Bozó 7Cordas, Betto do Bandolim, o flautista José Arimatea, os bandolinistas Bona e Jacozinho e as cantoras Dalva Torres e Sonnia Aguiar são alguns desses nomes. O público poderá apreciar grandes clássicos do choro e conhecer o que está sendo produzido nesse momento no Estado.

Na quinta (19) se apresentam Chocho e seu regional, Bozó 7 Cordas e o Choro Miúdo, o flautista José Arimatea e, encerrando a cantora Dalva Torres. Na sexta-feira (20) quem abre a noite é Betto do Bandolim e o Brasil Sonoro. Em seguida, se apresentam os bandolinistas Jacozinho e Bona. E fechando a programação do festival, a cantora Sonnia Aguiar. Toda a programação é gratuita.

Homenageado – Otaviano do Monte, conhecido no meio artístico como Chocho do Bandolim, nasceu no dia 12 de Fevereiro de 1924 no município do Cabo de Santo Agostinho/PE. Aos 12 anos já tocava violão junto com seu irmão e ainda adolescente começou a se apresentar em festas, bares e restaurantes do Recife e cidades vizinhas. Na década de 50, incentivado pelos amigos, foi se apresentar no programa de calouros da Radio Jornal do Comercio, onde conseguiu o 2°lugar com o chorinho de sua autoria – Derramada do Deserto. A partir de então, junto com alguns músicos, Chocho formou o grupo de Choro, “Chocho no violão”, com Edson no cavaquinho e lula Amaral no pandeiro.

 Em 1955, Chocho parte para o Rio de Janeiro, com a esposa e o filho, para tentar viver da música.  Lá se apresentou com vários grupos, mas não tendo sucesso na sua empreitada de conseguir uma produtora, decide retornar ao Recife. Decide então formar o grupo de choro “Unidos dos Guararapes”, que mais tarde originou o “Quintal do Cosme”, no bairro de Prazeres, Jaboatão dos Guararapes, considerado o ponto de encontro do choro pernambucano. Atualmente com 92 anos, Chocho continua tocando seu bandolim e produzindo música de qualidade.

 

Serviço:

1º Festival de Choro João Pernambuco

Quando: quinta (19) e sexta (20)

Horário: 19h

Local: Pátio de São Pedro, bairro de São José, Recife.

Entrada franca

 

Contato: Wagner Staden fone: 99828.2466