Não precisa ser gay para lutar contra direitos violados - TV Pernambuco

Notícias

Não precisa ser gay para lutar contra direitos violados

“Não precisa ser gay para lutar contra direitos violados e a homofobia, Só precisa amar o outro da forma que ele seja”. Este é o tema geral da campanha desenvolvida pelo Movimento Nacional “Mães pela Igualdade” para marcar o DIa Nacional  de Combate à Homofobia em Pernambuco, 17 de maio.

Na data, as mães preparam uma série de ações concentradas na Escola Municipal Dom Bosco, em Jardim São Paulo. Serão realizadas palestras, oficinas de grafitagem, Hip Hop, além de exibições de filmes.

Na próxima terça, 21, acontece o lançamento do Instituto José Ricardo, que leva o nome do jovem de 24 anos, morto em 2010, vítima de um espancamento, que teve como causa a sua opção sexual.

As ações visam alertar para o crescente número de crimes de ódio contra homossexuais. De acordo com o Centro de Combate à Homofobia de Pernambuco, 13 assassinatos foram atribuídos à homofobia, apenas em 2013, no estado. No ano passado, foram 33 ocorrências.

OUTRAS AÇÕES – No Sertão do São Francisco, a semana de Direitos Humanos que será realizada entre os dias 20 e 24 de maio prevê ações educativas relacionadas à Segurança Pública. Em Petrolina, a peça “Priscilas” terá uma encenação aberta ao público na próxima terça, 22.

Confira o Interprograma em exibição na TV Pernambuco: