Fundaj lança X concurso de roteiros Rucker Vieira - TV Pernambuco

Notícias

Fundaj lança X concurso de roteiros Rucker Vieira

Estão abertas, até o dia 10 de maio, as inscrições para a décima edição do concurso de roteiros para documentários Rucker Vieira. Com o tema “Africantos – histórias e memórias do povo afro-brasileiro”, o concurso selecionará dois projetos, que receberão R$ 80 mil cada, para a realização de documentários de 26 minutos. As obras serão exibidas pela TV Brasil.

Em todas as edições, a comissão julgadora é composta por cinco integrantes: um representante da TV Brasil, um membro da área de Audiovisual da Fundação Joaquim Nabuco (ou indicado) e três especialistas com experiência comprovada na área, dois deles representantes da sociedade civil. Entre os premiados em edições anteriores estão “Aracati”, de Julia de Simone (RJ); “Canavieiros”, de Andréia de Arruda Ferraz (PE); “O Touro”, de Larissa Figueiredo Mendes (DF); “Vigias”, de Marcelo Lordello (PE); e “As Aventuras de Paulo Bruscky”, de Gabriel Mascaro (PE).

O edital completo, assim como a ficha de inscrição e demais documentos necessários estão disponíveis no site da Fundação Joaquim Nabuco, que por meio da Massangana Multimídia Produções/Diretoria de Memória, Educação, Cultura e Artes (MECA), promove anualmente o concurso.

SOBRE RUCKER VIEIRA – O pernambucano Rucker Vieira entrou para a história do cinema brasileiro por ser o diretor de fotografia de Aruanda (1960), filme dirigido pelo paraibano Linduarte Noronha. Aruanda foi um marco da nossa cinematografia pela sua contribuição aos rumos estéticos do Cinema Novo: este filme teria inaugurado o cine-documentário brasileiro. Rucker atuou como diretor de fotografia nas décadas de 1960-70 e apresentou uma proposta inovadora com uma luz crua, dura, sem a utilização de refletores e rebatedores. Foi um dos principais responsáveis pela estética do Cinema Novo, dotando o documentário com um realismo singular e em sintonia com a aridez do tema e personagens registrados na tela.