FestCine 2017 distribui R$ 58 mil em prêmios - TV Pernambuco

Notícias

FestCine 2017 distribui R$ 58 mil em prêmios

A 19ª edição do Festival de Curtas de Pernambuco alcançou um dos maiores públicos da sua história, somando cerca de 3.400 espectadores ao longo da semana. A programação, que se iniciou no dia 4 de dezembro, exibiu 69 curtas que teceram um amplo panorama da produção contemporânea do Estado e trouxeram múltiplas narrativas em diferentes formatos.

Neste ano, o FestCine distribuiu mais de R$ 58 mil em prêmios e também entregou o Troféu Fernando Spencer para os vencedores das categorias direção, fotografia, montagem, roteiro, produção, direção de arte, trilha sonora, som, ator e atriz.

O filme “Nome de Batismo-Alice”, da diretora Tila Chitunda, ex-colaboradora da TVPE,  venceu nas categorias melhor documentário da Mostra Competitiva Geral e melhor direção.

Parabéns a todos os participantes! Confira os vencedores do 19º FestCine:

Prêmio ABD-PE/APECI: “Uma Balada para Rocky Lane”, de Djalma Galindo.

Menção Honrosa: “Fotograma”, de Luís Henrique Leal e Caio Zatti, e “Cores Femininas”, de Barbara Hostin, Gil, Júlias Karam, Juliana Trevas, Maria Cardozo, Roberta Garcia e Sylara Silvério.

MOSTRA COMPETITIVA DE FORMAÇÃO 

Prêmio de R$ 2.000 para cada obra

DOCUMENTÁRIO

– “Fora Presídio”, do Coletivo Ficcionalizar

ANIMAÇÃO

– “Dia Um”, de Natália Lima, Júnior Ramos e Itamar Silva

FICÇÃO

– “P575”, de Lais Rilda

Troféu do Festcine 2017

MOSTRA COMPETITIVA GERAL

1º lugar: R$ 4.500/ 2º lugar: R$ 3.500/ 3º lugar: R$ 2.500

TROFÉU FERNANDO SPENCER

– Melhor Atriz: Nash Laila, pelo filme “O Delírio é a Redenção dos Aflitos”

– Melhor Ator: Heraldo Carvalho, pelo filme “Edney”

– Melhor Som: Lucas Caminha, pelo filme “Frequências”

– Melhor Trilha Sonora: Daniel Silva, Tiquinho Lira e Carlos Sá, pelo filme “Estás Vendo Coisas”

– Melhor Direção de Arte: Carla Sarmento, pelo filme “Orbitantes”

– Melhor Produção: A equipe do filme “Lampião e o Fogo da Serra Grande”

– Melhor Montagem: Paulo Santo, pelo filme “Casa Cheia”

– Melhor Fotografia: Pedro Sotero, pelo filme “Estás Vendo Coisas”

– Melhor Roteiro: João Cintra, pelo filme Edney

– Melhor Direção: Tila Chitunda, pelo filme “Nome de Batismo: Alice”

VIDEOCLIPE

1º lugar: “Lia de Camaragibe”, de Erlânia Nascimento e Úrsula Freire

2º lugar: “Diz o Leão”, de Pedro Maia de Brito

3º Lugar: “Ficamos Assim”, de Lorena Calábria e Mariana Zdravca

VIDEOARTE/EXPERIMENTAL

1º lugar: “Dança Macabra”, de Filipe Marcena e Marcelo Sena

2º lugar: “Imanência”, de Breno César

3º lugar: “Teta Lírica”, de Marie Carangi

ANIMAÇÃO

1º lugar: “Fazenda Rosa”, de Chia Beloto

2º lugar: “A orelha encantada ou alma de gato”, de Paulo Leonardo

3º lugar: “O consertador de coisas miúdas”, de Marcus Buccini

DOCUMENTÁRIO

1º lugar: “Nome Batismo: Alice”, de Tila Chitunda

2º lugar: “Entre Andares”, de Aline Van der Linden e Marina Moura Maciel

3º lugar: “Cores Femininas”, de Barbara Hostin, Gil, Júlia Karam, Juliana Trevas, Maria Cardozo, Roberta Garcia e Sylara Silvério

FICÇÃO

1º lugar: “O Porteiro do Dia”, de Fábio Leal

2º lugar: “Edney”, de João Cintra

3º lugar: “O delírio é a redenção dos Aflitos”, de Fellipe Fernandes