Empresa Pernambuco de Comunicação é instituida - TV Pernambuco

Notícias

Empresa Pernambuco de Comunicação é instituida

O governador do Estado de Pernambuco, Eduardo Campos assinou nesta terça-feira, 22, o decreto que institui a Empresa Pernambuco de Comunicação – EPC. A cerimônia de criação da EPC foi realizada na Sala de Monitoramento do Centro de Convenções de Pernambuco, sede provisória do governo estadual. O decreto aprova também o estatuto social da Empresa e nomeia a sua nova direção.

A criação da EPC é fruto da articulação da sociedade civil e dos movimentos que debatem e discutem a comunicação no estado de Pernambuco, que, com o apoio do governo do estado, iniciou, em 2009, iniciou o processo de reformulação da TV Pernambuco, a partir da realização de seminários abertos à população e culminou na nomeação de um Grupo de Trabalho, que se assumiu a gestão provisória da TV. O articulador culturaL Roger de Renor, que liderou o grupo, hoje assume a direção de produção e programação.

A gestão da recém-criada EPC também já tem nomeados o publicitário Guido Bianchi, que assume como diretor-presidente, e o jornalista e professor universitário Paulo Fradique, na vice-presidência. Os nomeados assumem um mandato de duração de quatro anos, vigentes a partir da assinatura do decreto.

Para o Secretário de Ciência e Tecnologia, Marcelino Granja, este é o momento de um recomeço, haja vista as novas etapas para a implantação e constituição organizacional, financeira e administrativa da Empresa, organizada sob a forma de sociedade anônima de capital fechado. Entre as novas tarefas, está a indicação dos demais cargos diretivos da EPC (Administração e Finanças, Engenharia, Tecnologia e Operações, Projetos Institucionais, Educação e Cultura e de Jornalismo e Esporte) e implantação de seu Conselho Gestor, formado por 13 integrantes (seis indicados pelo governador, seis indicados pela sociedade civil e um representante da Associação Municipalista de Pernambuco – AMUPE).

Presente na cerimônia de instituição da EPC, o presidente da Empresa Brasil de Comunicação, Nelson Breve, falou da importância da criação da Empresa, “a primeira experiência regional a seguir o modelo da Empresa de Comunicação pública nacional, e respeita o preceito da complementaridade entre os sistemas de radiodifusão privado, estatal e público”. O governador Eduardo Campos ressaltou ainda a importância do diálogo constante entre governo e sociedade civil na condução deste processo.