Consórcio se coloca aberto ao diálogo, mas pede desocupação do Estelita - TV Pernambuco

Notícias

Consórcio se coloca aberto ao diálogo, mas pede desocupação do Estelita

Em reunião realizada hoje por intermédio da prefeitura do Recife, as empresas que compõem o Consórcio Novo Recife expressaram o interesse em abrir um diálogo para uma reavaliação do projeto de requalificação do terreno do Cais José Estelita, que prevê a construção de 12 torres de 40 andares. A reunião é a segunda dentro de uma nova rodada de negociações aberta pela gestão municipal para resolver o impasse a respeito do uso da área, ocupada desde o dia 21 de maio por manifestantes que pedem revisões no projeto atual. Nesta sexta-feira, 06, será realizada uma nova reunião para ouvir representantes dos Ministérios Públicos Estadual e Federal.

A nova rodada de negociações foi aberta nesta terça-feira, 03, quando o prefeito Geraldo Júlio anunciou a suspensão da licença de demolição dos galpões da área, em reunião com integrantes do Movimento #OcupeEstelita e representantes da sociedade civil. Para que as negociações ocorram, as empresas que compõem o Consórcio Novo Recife solicitaram à prefeitura e às entidades envolvidas no debate, que intercedam para que os manifestantes desocupem de forma pacífica o terreno.

O grupo de ocupantes, no entanto, destacou que a ocupação será mantida. “Não é possível desocupar sem uma garantia judicial e política da revisão do projeto”, informou a socióloga e integrante do grupo Direitos Urbanos, Ana Paula Portella. Segundo a socióloga, “a ocupação é a nossa garantia de negociação”.

Dando continuidade às atividades da ocupação, será realizada nesta noite uma assembleia do grupo, além de uma aula pública com a professora Maria Eduarda Rocha, sobre “o público e o provado”. No próximo domingo, 08, está planejada mais uma série de atividades abertas, que incluem shows de DJ Dolores e Otto.