Bate-papo especial sobre Luiz Gonzaga traz Chambinho e Antônio Barros - TV Pernambuco

Notícias

Bate-papo especial sobre Luiz Gonzaga traz Chambinho e Antônio Barros


Na semana em que se comemora o centenário de nascimento de Luiz Gonzaga, dois sanfoneiros vão relembrar histórias e canções do Rei do Baião: Chambinho, que interpreta Gonzagão no filme ‘Gonzaga, de Pai pra Filho’; e Antônio Barros, autor de músicas que se tornaram sucessos na voz de Luiz. O bate-papo acontece na próxima terça-feira (11), às 16 horas, e será transmitido ao vivo pelo Portal EBC.

A mediação fica por conta do cantor sergipano Sergival, apresentador do programa Puxa o Fole, na Rádio Nacional AM do Rio de Janeiro. O encontro será transmitido via hangout, ferramenta de videoconferência da rede social Google+ que permite que o internauta compartilhe o bate-papo em seu blog ou página pessoal, reproduzindo um código que é liberado minutos antes do início da transmissão.

O público também pode entrar no papo, enviando perguntas aos entrevistados pelo Twitter, Facebook ou Google +, usando a hashtag #Gonzaga100

Convidados

Antonio Barros nasceu em 11 de março de 1930 na cidade de Queimadas, na Paraíba. Aos 19 anos, foi trabalhar como músico tocando pandeiro na rádio Caturité, em Campina Grande (PB). As primeiras canções foram gravadas com Jackson do Pandeiro, Genival Lacerda e Zito Borborema. Já no Rio de Janeiro, passou a gravar com Luiz Gonzaga, Marinês e Trio Nordestino. Entre as mais de 700 músicas gravadas por artistas brasileiros, ‘Ói Eu Aqui de Novo ‘ e ‘Forró Número Um’ foram algumas das obras compostas por ele e gravadas pelo Rei do Baião.

Nivaldo Expedito do Carvalho, o Chambinho do Acordeon, nasceu em São Paulo no dia 07 de junho de 1980. Mudou-se ainda pequeno para o Piauí, onde aprendeu a música regional e começou a tirar os primeiros acordes na sanfona. A sua carreira é marcada por repertório que envolve o forró, o xote, o xaxado e o côco. Atuou como Luiz Gonzaga (fase adulta, de 25 a 50 anos) no filme ‘Gonzaga: de Pai pra Filho’, de Breno Silveira, papel que lhe rendeu elogios e destaque nacional.

Do Portal EBC.