60 arraiais fazem a festa do São João do Recife - TV Pernambuco

Notícias

60 arraiais fazem a festa do São João do Recife

A capital pernambucana começa a se preparar para o ciclo junino, que se inicia no dia 5 de junho e segue até o dia 29, com mais de 800 atrações que se apresentam nos 60 arraiais espalhados pela cidade. O São João 2014 do Recife tem como homenageados o cantor Petrúcio Amorim e a quadrilha Arraialzinho do Cordeiro.

ARB_0056_28052014_Foto_AndreaRegoBarros

Petrúcio Amorim é um dos homenageados da festa.
Foto: Andrea Rêgo Barros/PCR

Completando 35 anos de carreira, Pretúcio comemorou a homenagem, que compartilhou com todos os artistas locais que mantém viva a cultura do forró em Pernambuco, como Liv Moraes e Cristina Amaral, que também se apresentam nas festas.

As homenagens, no entanto, também se estendem a grandes nomes desta cultura que dão nome aos quatro arraiais principais montados pela Prefeitura. Dominguinhos é o homenageado do Sítio da Trindade, Arlindo dos 8 Baixos dá nome ao Parque Dona Lindu, enquanto João Silva, parceiro de Luiz Gonzaga, nomeia o palco da Praça do Arsenal. Já o arraial do Pátio de São Pedro homenageia um outro ritmo importante da cultura junina, na figura de dona Selma do Coco.

A secretária de cultura, Leda Alves, ressaltou a importância de trazer para a festa recifense a diversidade cultural do período, que trará 100 apresentações de trios pé-de-serra, 200 quadrilhas juninas, além de 400 apresentações de bandas de pífano, coquistas, cavalos marinhos, cirandeiros, emboladores, poetas, repentistas, mamulengoos, grupos de dança, bandas e oquestras.

Luciano Caboclo, no centro do túnel Foto: Andrea Rêgo Barros/PCR

Luciano Caboclo, no centro do túnel
Foto: Andrea Rêgo Barros/PCR

A valorização das tradições está presente também na homenagem prestada à quadrilha Arraialzinho do Cordeiro, a mais antiga em funcionamento no Recife. O grupo, fundado pelo comerciante Francisco Agostinho Caboclo, é comandada pelo presidente e puxador, seu cunhado, Reginaldo Vicente da Silva desde 1979.

A tradição familiar surgiu como uma quadrilha infantil e cresceu. 35 anos após a primeira apresentação, o atual coreógrafo e filho do fundador, Luciano Agostinho, dança com sua esposa e filha e ajuda a perpetuar as quadrilhas entre os jovens. “Hoje participamos de projetos sociais em escolas públicas no Recife e em Olinda, ensinando a quadrilha para as crianças desde cedo”, diz Luciano.

O presidente da Fundação de Cultura da Cidade do Recife, Diego Rocha, destacou ainda, como um dos principais destaques, a descentrlização da festa, que além dos arraiais principais, conta com festas em 13 pólos descentralizados, quatro pólos infantis, quatro mercados públicos e 36 arraiais comunitários apoiados pela Prefeitura. Também foi anunciada a segunda edição do concurso “Eu amo minha rua”, que vai premiar as ruas mais bem decoradas da cidade, com arraiais.

Confira onde serão os pólos descentralizados e a programação dos arraiais principais.

Arraiais Descentralizados:

Nascedouro de Peixinhos
Ibura
San Martin
Rua da Moeda
Várzea
Lagoa do Araçá
Santo Amaro
Coelhos
Bomba do Hemetério
Cordeiro
Nova Descoberta
Praça de Boa Viagem

Arraiais Infantis:
Parque Santana
Parque da Jaqueira
Parque Dona Lindu
Ponto de Parada

Mercados (sábados):
Mercado da Boa Vista
Mercado do Cordeiro
Mercado da Madalena
Mercado da Encruzilhada

Comunitários
Alto do Capitão (Academia da Cidade)
Alto do Pascoal (Quadra do Rotary)
Alto do Refúgio (Ao lado do terminal de ônibus)
Areias (Rua Ipojuca)
Av. do Forte (Largo do Terminal de Torrões)
Barro (Rua Manoel Salvador)
Bongi (Praça Vitalina)
Brasília Teimosa (Av. Brasília Formosa)
Buracão (Rua Muniz Galvão)
Campo do União (Rua da União)
Campo Grande
Canal do Arruda
Chão de Estrelas (R. Marcílio Dias)
Córrego da Fortuna (Campo de Futebol)
Córrego do Inácio
Córrego do Jenipapo
Dois Unidos
Engenho do Meio (R. Manoel Alves Deus Dará – Em frente ao mercadinho O Baratão)
Guabiraba (Rua Cassiterita – próximo à Escola São Cristóvão)
Ibura de Baixo (Rua Rio Pomba)
Imbiribeira (Rua atrás da Faculdade Universo)
IPSEP
Jardim Monte Verde (R. Maria Lima da Silva)
Jardim São Paulo
Joana Bezerra (Academia da Cidade)
Mangabeira (Largo da Mangabeira)
Roda de Fogo (Praça da Saudade)
Santo Amaro (Largo da Viúva)
Torre (Rua Zilda de Santana)
UR-01 (Quadra da Dalva de Oliveira)
UR-04 (Quadra Esportiva)
UR-05 (Quadra da Boko Moko)
UR-07 Várzea (Rua Serra Nova – Terminal de Ônibus)